Arquivo da tag: PANTONE

O QUE É RGB, CMYK E PANTONE?

P 1

RGB é uma sigla, são as iniciais de 3 cores Red (vermelho), Green (verde) e Blue (azul). É um padrão utilizado para exibir a imagem em monitores de computador e televisores em geral. Quando impressa a imagem apresenta leves alterações na tonalidade das cores.  Já o CMYK corresponde às iniciais das cores Cian (ciano), Magenta (magenta), Yellow (amarelo) e Black (preto), um padrão de quatro cores, que combinadas formam cores ilimitadas, usado para impressão em papel, onde geram uma qualidade final melhor do que apenas 3 cores de tinta.

Esses padrões de cores são utilizados em design de projetos, criação de materiais gráficos, webdesign, material destinado a publicidade impressa, principalmente no mercado de moda.

P 2

Outra coisa muito importante na moda é a cartela de cores, onde as matérias-primas de uma coleção são definidas de acordo com a disponibilidade de elementos como: corantes, fibras, plásticos e metais disponíveis na natureza. Essa pesquisa de cores normalmente são estabelecidas pela Pantone.

A Pantone é uma empresa fundada em 1962, localizada em New Jersey nos Estados Unidos, famosa por sua escala de cores com mostras diversas, com uma numeração específica que serve de referência para o impressor que identifica a cor que não é feita por combinação de pigmentos, mas que é aplicada alcançando a tonalidade de cor exata e sem variação. O sistema Pantone de codificação de cores é adotado mundialmente e corresponde para identificar as cores em tecido ou papel. Trata-se de um código de seis dígitos, que identifica a posição da cor quanto a sua gama, sua luminosidade ou quantidade de branco ou preto e sua intensidade.

tumblr_n0j2aaQ5z61qc7e5jo1_500

Para acompanhar o clima das duas estações anuais (Primavera/Verão e Outono/Inverno), a Pantone dita as tendências de cores, onde normalmente são iluminadas ou escurecidas para uma harmonia visual, dando inúmeras opções de peças em uma coleção, vantagem para o consumidor, que pode gostar mais de um azul em tonalidades diferentes.

Em nosso curso de Corel Draw você aprende de pertinho a notar essas diferenças entre os padrões.

E depois aproveitar o nosso curso de Estilo e se envolver e mergulhar nessa aquarela toda, aprendendo a criar uma coleção, concretizando o seu sonho.

*

Por Paola Sanguin, professora do núcleo de criação da Sigbol Fashion.

Referências: 12345,  678,  910 e 11.

Apostila de CorelDraw, Apostila de Estilo

A Dinâmica das cores

showroom_KG_23-960x640

Você sabia que as cores podem te influenciar na hora de comprar uma roupa? Não? Então nós vamos te explicar o motivo.

A harmonia das cores é um dos principais elementos de uma vitrine, possuindo diferentes efeitos. Mas antes é necessário avaliar o público que se deseja atingir, o contexto e o produto.

outono

Muitas cores levam os clientes a impulsos de compra sem que percebam, na verdade está no subconsciente junto com outros fatores como: classe social e cultural, idade e a região onde se vive, estação, etc.

tumblr_ma519gPmOU1rwwikw

Nesse quesito, é preciso tomar um cuidado para não misturar exageradamente as cores e acabar criando uma poluição visual. Se a combinação de cores gerar um desconforto visual nos consumidores, a vitrine atingirá o efeito oposto ao desejado e espantará a clientela.

Então, a melhor receita é fazer vários testes antes de colocar em prática, analise seu público e contrate sempre um profissional.

delirios-de-consumo-de-becky-bloom

Quer aprender mais sobre Visual Merchandising e Vitrine? Se inscreva em nosso Workshop e venha conhecer nosso curso:

Workshop Visual Merchandising e Vitrine

*

Por Paola Sanguin, professora do núcleo de Criação Sigbol Fashion

Referências: Apostila de Visual Merchandising e Vitrine Sigbol Fashion, 1, 2, 3.

Qual a função da cartela de cores?

A cor exerce uma atração psicológica no ser humano. Esta muito além de assumir apenas um papel decorativo ou estético, está ligada à expressão de valores sensuais e espirituais.  A cor pode ser utilizada de maneira simbólica ou como forma de estímulo visual, pois é o elemento que mais proporciona impacto e predomina numa imagem.

yu

Portanto, a utilização da cor não pode ser feita parcialmente numa coleção. É preciso encontrar uma linguagem específica por meio da qual, deve atingir os objetivos desejados junto ao público-alvo. A simples pesquisa das tendências atuais de moda não basta para definir a cartela de cores de uma coleção, pois é necessário levar em conta o público e suas particularidades, a personalidade da marca e o tema predominante na coleção.

Por exemplo, se o público for jovem a preferência predominante é por cores fortes, já que se trata de pessoas mais abertas a estímulos externos e mais propensos às influências da moda. Há uma reação corporal do jovem em relação às cores fortes, podendo ser este um fator decisivo no comportamento de compra. Pelas próprias exigências da idade e porque sabe que poderá substituir os objetos dentro de um prazo relativamente curto, ele se inclina ao uso de cores vivas.

jghj

Se o público for feminino essa tendência se acentua. Segundo pesquisas já realizadas, as mulheres são mais receptivas às mudanças. O que parece explicar a grande variedade de cores para esta estação.

Ao elaborar uma coleção, é sempre bom pesquisar quais cores estão em alta, para definir a cartela de cores. Geralmente se trabalha com oito cores, subdivididas em quatro tons frios e quatro quentes, podendo se acrescentar o preto e o branco, se este for o caso da coleção.

sds

As pessoas que trabalham com moda devem prestar muita atenção quando forem fazer combinação de cores, para que o resultado seja agradável. Porém, o número de cores também não é uma regra fixa, pois isso depende da proposta do estilista.

E ae, bora desenvolver uma coleção?

*

Por Paola Sanguin, professora do núcleo de criação – Sigbol Fashion

Referências: 1, 2, 3, 4, Apostila de Estilo e Manual Técnico Arte de Vestir.