Arquivo da tag: máquinas de costura

Doméstica X Industrial

Você já deve ter se deparado com essa questão na hora de escolher uma máquina nova para acompanhar sua rotina e projetos, então vamos conhecer melhor cada uma delas?

1

Reta Industrial x doméstica:

São duas máquinas com muitas diferenças, mas a principal é a velocidade. A doméstica faz por volta de 1.500 pontos por minuto, e a industrial faz de 5.000 a 9.000 pontos por minuto, o que as caracteriza e à quantidade de produção, a doméstica ou caseira como também é chamada – é mais adequada a pequenas produções, já a industrial é para projetos em alta escala com grandes produções.

A estrutura da máquina doméstica é normalmente feita de plástico, e é mais compacta podendo caber em qualquer espaço, é leve o que a torna portátil. A maioria delas traz uma diversidade de pontos entre costura reta, zigue-zague, caseados e pontos decorativos, porém dependendo do modelo, não costuram muitas camadas de tecido, ou tecidos muito grossos. Após muito tempo de uso elas tendem a superaquecer, por isso devem ser usadas apenas para pequenas produções, como costurar poucas peças ou fazer ajustes. Nós já mostramos um pouco sobre a máquina doméstica e seus acessórios aqui  http://blogsigbolfashion.com/2015/03/28/conhecendo-maquinas-de-costura-a-maquina-domestica-e-seus-acessorios/

2 3

A estrutura da máquina Reta Industrial é feita de ferro, e é composta por uma mesa e um motor potente, o que a faz precisar de espaço devido à mesa. Ela por sua vez, só possui um ponto, o de costura reta, porém com muita velocidade e precisão. Mas necessita de maior controle e prática pelo usuário por ser muito veloz, por isso é mais indicada para quem quer trabalhar como costureira (o) profissional, ter um ateliê, ou uma confecção com um alto numero de peças. Também já falamos sobre as industriais aqui  http://blogsigbolfashion.com/2015/04/13/maquinas-industriais/

4 5

Overlock Industrial x Doméstica

A overlock também conta com uma versão doméstica, e as diferenças são semelhantes às mostradas acima, tais como estrutura e velocidade. O que deve ser observado ao escolher entre elas é o tipo de tecido com que se vai trabalhar, pois a versão doméstica não tem o ponto tão preciso nem muita força, sendo indicado apenas para pequenos trabalhos. Falamos um pouco sobre as maquinas overlock aqui http://blogsigbolfashion.com/2015/05/04/conhecendo-maquinas-de-costura-overlock/

6 7

Então na hora de escolher tenha em mente: Vou costurar apenas peças para mim ocasionalmente? Quero ter minha própria marca e ter vários modelos de roupas no meu catálogo? Vou abrir um ateliê de costura e fazer reformas para fora?

Se mesmo assim tiver dúvidas e quiser aprender mais sobre máquinas de costura, venha conhecer nosso curso de Manuseio & Acessórios de Máquinas de Costura, onde você entrará em contato com máquinas de vários tipos!

*

Por Marjorie Campos, professora do núcleo de modelagem da Sigbol Fashion.

Referências: 12345 e 6.

O surgimento das máquinas de costura.

Com o pensamento de facilitar uma simples tarefa de remendar uma roupa em 1755 o alemão Weisenthal criou um modelo de máquina de costura que o ponto era mais ou menos igual a uma costura feita a mão. Na época não teve muito sucesso só depois de 100 anos que foi retomada essa ideia, nas mãos do americano Elias Howe em 1846, Isaac Singer foi quem aprimorou e inventou a primeira máquina de costura com pedal e outras melhorias, sendo assim um sucesso desde aquela época. imagem 1 imagem 2 Em 1930 na França, que teve o inicio da produção dessas máquinas. Após 70 anos já existiam quase todas as maquinas do segmento de costura e também em outras áreas.                                                                                                                                                                                                                                       EVOLUÇÃO E CLASSIFICAÇÃO DAS MÁQUINAS.                                      1ª GERAÇÃO: Máquina de costura simples.                                                    imagem 4 2º GERAÇÃO: Máquina de costura com corte na linha posicionamento da agulha e arremate automático. imagem 5 3º GERAÇÃO: Máquinas de costura semi automáticas. imagem 6 imagem 7 4º GERAÇÃO: Máquinas de costura automáticas. imagem 8 imagem 9 TIPOS DE MÁQUINAS E SUAS FINALIDADES

  • Máquinas de costura caseira: para costuras em pequenas quantidades.
  • Máquinas de costura reta: indicada para costuras retas em tecido plano.
  • Máquinas de costura zig zag: usada para pequenos bordados de fantasia
  • Máquinas de costura overloque: para fechamento das peças ou para arremate.
  • Máquinas de costura interloque: para fechamento das peças.
  • Máquinas de costura galoneira: para fazer acabamento em barras e na colocação de vivos ou viés.
  • Máquina de braço livre: utilizada nas costuras redondas como mangas e barras.
  • Máquinas de bordar: máquinas de zig zag e a mais simples para pequenos bordados máquina eletrônica comandada por um softwear para uma grande produção.
  • Máquinas arrematadeiras: para tirar todas as linhas de costura e deixar a peça limpa.
  • Máquina travete: para reforço e acabamento em zíperes e passantes.

imagem 10    * Por Dalva, professora do Núcleo de Modelagem da Sigbol Fashion Unidade de Campinas. Referencias: 1234567891011. 

Tipos de máquinas e suas funções.

Você conhece bem todas as máquinas e sabe quais as funções de cada uma delas?

Então confira aqui com a gente. Você vai entender tudinho!!

Máquina caseira: Útil para iniciantes pois possui vários recursos, como caseado, zig zag, pontos decorativos, acabamentos, etc. De fácil manuseio, com muitos acessórios que hoje em dia, no mercado, facilitam a vida de quem a usa, como calcadores para zíper invisível, nervura, para patch work, franzido, entre outros.

tipos-de-maquinas-de-costura-domestica

Portátil, pode ser carregada com facilidade. Muitas delas têm o braço livre que facilita a colocação de mangas e acabamentos como punho e barras de calça. E ainda tem um custo benefício mais em conta.

 

Máquina reta industrial: Mais robusta, para grandes quantidades de peças e por isso exige um espaço maior. Por ser mais rápida, pode ser utilizada para materiais mais pesados como o couro, jeans, lona. Também com uma grande variedade de aparelhos e acessórios desde calcadores à aparelhos de viés, vivo, colocadores de elástico, etc.

maquina reta industrial

Por ser uma máquina reta e industrial só faz um tipo de ponto: o reto, que exige a utilização de outras máquinas para acabamentos em geral, como a overloque ou a galoneira.

 

Overloque Industrial: Máquina para acabamento em tecidos planos e fechamento de tecidos de malha. Máquina diferente da reta industrial, que exige o uso de três a quatro linhas para a formação da corrente. Exige um espaço maior e por ser industrial precisa de um local fixo.

Overloque Industrial

 

Overloque caseira: Tem a mesma função, mas por ser caseira torna-se portátil podendo ser transportada com maior facilidade.

Overloque caseira

  • Para melhorar o desempenho da máquina use fios e linhas siliconizados, a venda no mercado.

 

Galoneira Industrial/ Caseira:

GALONEIRA

Máquina utilizada para fazer acabamento em malha (barras simples, galão e trançador). Utilizada também na fabricação de lingerie para rebater elásticos, colocar viés, vivo e etc. São utilizadas duas linhas e um fio, e de uma a três agulhas, dependendo do acabamento que se quer ter.

galoneira ponto

 

Pespontadeira: Máquina industrial com a finalidade de fazer o pesponto de jeans e outros tecidos pesados. Possui de duas a três agulhas. Esse tipo de máquina é utilizada para acelerar o processo de produção em grandes empresas, principalmente na fabricação de jeans. E no setor automotivo, em bancos de carros, por exemplo.

pespontadeira

 

Fechadeira: Finalidade de fechar cós, laterais de roupas, ombros. Automaticamente faz a dobra do cós e da lateral diminuindo a necessidade do uso da overloque.

Fechadeira

Interloque: Um tipo de overloque com três agulhas que faz a costura reta e overloque ao mesmo tempo, diminuindo a necessidade do uso da overloque, acelerando o processo de produção.

Interloque

Muito usada no fechamento de calça jeans, camisaria e algumas produções de malharia.

 

Travete: Máquina robusta que tem como finalidade fazer travas em pontos específicos onde há maior tensão como bolsos, passantes, laterais, zíper.

travete-eletronica-leve

 Caseadeira: Máquina industrial que faz casas de várias espessuras e tamanhos.

Caseadeira

Bordadeira Caseira/ Industrial: Máquina computadorizada com variados programas para produzir bordados em alto ou em baixo relevo. Geralmente utiliza-se várias cores de linhas dependendo do estilo do bordado.

Bordadeira Industrial

 

 

*

Por Natalina Porto da Silva – Professora do núcleo de modelagem da Sigbol Fashion

Referências: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 1011 e 12