Arquivo da tag: inverno

Tipos de Estampas.

A cada temporada novas estampas são propostas. A estampa é um elemento muito importante para um produto de moda. Elas podem ser florais, listradas, geométricas ou orgânicas. Também podem ser em forma de paisagens, pássaros, frases, etc,.

foto 1 foto 2

A estampa de boa qualidade agrega valor às bermudas, camisetas, vestidos, macacões e outras peças do guarda-roupa feminino, masculino ou infantil.

foto 3 foto 4 foto 5

Hoje existem algumas técnicas para o desenvolvimento de uma estampa, e são divididas em três: localizada, rotativa/corrida e digitais. Cada técnica resulta em um tipo diferente de estampa.

foto 6 foto 7 foto 8

Estampas localizadas podem ser produzidas por diferentes técnicas, silkscreen e sublimação são as mais comuns.

O silkscreen é um processo básico, em que são usadas telas, tintas e rolos de borracha. Cada cor do desenho deve ser aplicada em uma etapa diferente, se a estampa possui cinco cores, serão usadas cinco telas separadas.

foto 9 foto 10 foto 11

No processo de sublimação, um desenho é impresso com tinta especial em um papel desenvolvido para sublimação. A imagem é transferida do papel para a peça com auxílio de uma prensa quente.

foto 16 foto 17

Estampas rotativas ou corridas, são utilizadas em peças em que os desenhos preenchem boa parte do tecido. São sequências de padrões como flores, folhas, penas ou pássaros. O custo deste tipo de  estampa é alto, principalmente quando comparado com processos digitais, porém quanto maior é o volume produzido, mais barata a técnica fica. Este tipo de estampa é feito com o uso de cilindros metálicos, que possuem perfurações. A tinta passa por estes furos e fixa no tecido.

Cada cor deve ser aplicada em uma etapa e usar cilindro diferente. Quanto mais cores tiver a estampa, mais caro é o seu processo de produção.

foto 12 foto 13

Estampas digitais são impressas diretamente no tecido, este processo nos últimos anos está cada vez mais popular na indústria, principalmente porque esta técnica permite uma maior precisão nos desenhos e dá para explorar o maior número de cores. O desenho da estampa é digitalizado, depois a peça de roupa é colocada em uma máquina de impressão para receber a estampa. Depois a peça recebe uma lavagem, para que os resíduos da impressão sejam retirados.

foto 14 foto 15

O bom desta técnica é a rapidez com que as peças são estampadas. Este processo é muito moderno, e aumenta as possibilidades na hora de desenvolver um novo produto, principalmente no número das cores. Esta técnica também é muito utilizada para reproduções de fotografias nas roupas.

foto 18 fto 19

*

Por Elizangela Gomes, professora do Núcleo de criação da Sigbol Fashion.

Referências: 123456789101112131415161718192021 e 22.

 

 

Renovando suas camisas.

A camisa é uma peça que não pode faltar no seu guarda-roupa, seja branca, preta , azul ou rosa. É considerada uma peça clássica e sua modelagem nunca sai de moda.

foto 1 foto 2

PARIS, FRANCE - JANUARY 27: Helena Perminova poses wearing a Chloe total look during day 3 of Paris Haute Couture Spring Summer 2015 on January 27, 2015 in Paris, France. (Photo by Vanni Bassetti/Getty Images)foto 4

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A peça que apareceu em vários desfiles para o próximo inverno, vem acompanhada por um charmoso laço. Essa Tendência nas camisas é inspirada nos Dândis dos séculos 18 e 19.

foto 5 foto 6 foto 7

 

 

 

 

 

 

 

 

Os Dândis eram conhecidos por serem boêmios e pelo zelo impecável ao se vestirem. O laço fazia parte deste visual dandista, principalmente por deixar os colarinhos em pé, deixando o visual com mais elegância.

foto 8 foto 9

No século XX, Gabrielle Chanel também adotou este estilo peculiar para suas coleções femininas e até hoje os laços estão presentes na sua marca. Não é por acaso que o atual diretor de criação da Maison Chanel Karl Lagerfeld incorporou o estilo dândi, que lhe caiu como uma luva.

foto 10 foto 11

German designer Karl Lagerfeld is seen at the end at his Lagerfeld Gallery Fall/Winter 2005/2006 women's collection show during Paris Fashion Week, March 2, 2005. REUTERS/Jacky Naegelen
foto 13

Marlene Dietrich também adorava os laçarotes, numa época em que usar peças masculinas era uma transgressão. foto 15

Nas passarelas, os laçarotes também apareceram num estilo vintage, principalmente  com referência nos anos 70 que continuam com força total no inverno de 2016.

foto 16

Hoje os laçarotes soltos ou anexados nas camisas se tornaram um símbolo de elegância e glamour. Femininas e românticas essas camisas podem ser usadas com saias, calças de alfaiataria ou o bom e velho jeans.

PAINEL 1 PAINEL 2 PAINEL 3

Essa peça pode ser usada com várias produções, clássicas, esportivas, modernas e descoladas. Dão um toque de elegância para qualquer visual. E pode ser adotada por mulheres de qualquer idade.

foto 22 foto 24 foto 25 foto 26

*

Por Elizangela Gomes, professora do Núcleo de Criação da Sigbol Fashion.

Referências: 12345678910111213141516171819202122324252627 e 28.

Moda assimétrica

A assimetria continua fazendo parte do cenário da moda, este corte esteve presente no verão passado e vai continuar para o inverno 2016.foto 1 foto 2

Várias marcas apostaram nesta modelagem, que deixa as peças com ares modernos. O corte assimétrico deixa qualquer peça rica em detalhes. Aparecem nos vestidos, casacos, blusas e nas saias.2

A assimetria também é encontrada nos acessórios.3

Alguns criadores uniram a assimetria com um toque de sensualidade.4

*

Por Elizangela Gomes, professora do Núcleo de Criação da Sigbol Fashion.

Referências: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15, 16 e 17

Estilo Vitoriano

Com a onda do romantismo no mundo da moda, um estilo deu ares em alguns desfiles nacionais e internacional. Estou falando do estilo Vitoriano, para esta estação, veio de cara nova, algumas marcas titularam de Vitoriano Gótico, dramático, exagerado, romântico e sensualidade são as marcas registradas deste novo estilo.foto 1 foto 2 foto 3 foto 4
Pra quem não se lembra do nascimento da identidade vitoriana, foi o das modas da Rainha Vitória, que ficou conhecida por sua moda recatada, fã de xadrez e depois com o visual negro conquistou todas as damas da época.foto 5

foto 6 foto 7 foto 8

Nas passarelas aparecem com várias produções, misturando peças rebuscadas, com delicadas rendas e muitos babados.

foto 10 foto 11 foto 12 foto 13

Philosophy di Lorenzo Serafini Fall Winter 2015 Ready to Wear Collection in Milan

Nas ultimas temporadas de inverno alguns criadores resgataram detalhes, peças e tecidos da época vitoriana, propondo uma moda comportada repleta de delicadezas.

foto 15 foto 16 foto 17

Rodarte

Para não exagerar na produção aposte nas camisas vitorianas, golas altas e com detalhes de rendas, são peças fáceis de coordenar com calças e casados.

foto 19 foto 20 foto 21 foto 22 foto 23

Mas se preferir adote os vestidos com ares de camisolas, leves e fluidas com vários babados dão um toque feminino para o inverno 2016.

foto 24 foto 25

Caso dispense essas delicadezas, algumas marcar apostaram em peças mais sóbrias que são perfeitas para os dias frios.

foto 26 foto 27 foto 28

 

*

Elizangela Gomes professora do Núcleo de Criação da Sigbol Fashion.

Referências: 12345, , 678101112131415161819202121222324252627 e 29.

Passo a passo – Bolsa feita com blusa de lã

Materiais:

  • Um par de alças para bolsa
  • Meio metro de feltro
  • Meio metro de malha ou tecido de algodão para o forro
  • Tesoura
  • Linha
  • Agulha
  • Alfinetes

1

 

  • 1° passo:

Recorte a blusa retirando a parte das mangas e gola, corte um pedaço, dobre a blusa ao meio e recorte o restante deixando do tamanho desejado.

dvs v

 

  • 2° passo:

Coloque o forro sobre o feltro em seguida a blusa já do tamanho correto, recorte deixando todos do mesmo tamanho.

a

 

  • 3º passo:

Vire a blusa no avesso, pegue o feltro colocando um pedaço em cada lado da blusa, alfinete e costure em seguida no fundo da bolsa, faça um triangulo nas pontas e costure, após finalizar as pontas, coloque a blusa no lado direito novamente.

Untitled-1

 

  • 4° passo:

Centralize a alça e deixa-a em cima da blusa, coloque uma tira ou o mesmo tecido do forro para prender a alça dos dois lados da bolsa com alfinetes e separe, pegue o tecido do forro, costure as laterais e o fundo costure somente um pedaço de cada lado deixando-o aberto.

a1

 

  • 5º passo:

Puxe o forro a blusa que deverá estar do lado certo e com as alças, em seguida coloque o forro dentro da bolsa.

22

 

23

(Dica: se preferir, você pode costurar com a máquina de costura ou utilize o “ponto atrás” para fazer o acabamento à mão.)

 

*

Por Pri Marx, professora do Núcleo de Criação da Sigbol Fashion.