Arquivo da tag: estilista

Escolhendo tecidos para sua peça: a importância do caimento

Montagem 1

Todos nós já visualizamos uma peça linda na vitrine, e, quando entramos para provar, já nos decepcionamos com o caimento da peça, certo? Pois saiba que isso acontece com mais frequência do que você imagina, e está diretamente ligado à escolha errônea do tecido.

sem rosto

Saiba, inicialmente, que a escolha do caimento do tecido, além da composição, é uma das fases mais importantes para que a peça fique exatamente como o imaginado e tenha o uso a que se destina.

Por exemplo, uma peça de alfaiataria como calça ou blazer, que necessita de caimento mais seco, que fique longe do corpo, não deve ser feita com tecidos muito fluídos, como musselina de seda, seda pura, viscolycra, etc. Todos são tecidos que marcam o corpo por serem molinhos. Já para uma blusa fluída, com gola laço, o ideal é uma das opções acima, exatamente por ser uma peça cuja característica é criar volume controlado na região do pescoço através do laço caído.Montagem 3

Gostaria de saber tudo e muito mais sobre tecidos e caimentos? Acompanhe nosso blog, para mais posts e o calendário da Sigbol para nosso workshop sobre tecidos, em breve!

*

Por Haranin Julia, professora de Desenho de Moda no Núcleo de Criação da Sigbol Fashion

Referências: 1, 2 e 3

Estilista, como vender seu trabalho?

Hoje quero falar com vocês, estilistas ou futuros estilistas. Quero dar umas dicas de como podem divulgar seus trabalhos.

Na profissão de estilista podemos trabalhar para uma marca ou grife famosa, criando suas coleções, podemos trabalhar para marcas menores também, como as confecções localizadas na região do Braz (Polo Moda) e Bom Retiro na criação das peças.

Mas também é possível trabalhar para mais de uma marca ao mesmo tempo. Isso seria um trabalho de freelancer. Você cria coleções distintas para marcas ou confecções diferentes.

E quero dividir com vocês um meio de divulgação dos meus trabalhos como estilista, mostrando uma maneira diferente de prestar esse serviço. Nesse ano, criei um site: I Love Fashion Virtual, que funciona por assinatura, onde crio uma coleção e coloco os modelos nesse site! Os modelos podem ser baixados e imprimidos pelas confecções na hora que quiserem e depois é só passar para o modelista reproduzir as peças.

13 053

Apenas assinando o site é que o cliente (confecções e marcas) tem acesso a esses modelos. É uma forma de vender meu trabalho via internet!

No site, o cliente encontra informações de Tendências, Cartela de Cores da Estação, Tecidos e Estampas que estarão em alta, a coleção (no caso verão 2015) e também coloco modelos usados nas Novelas e pelas principais Blogueiras.

61 62

Para você, jovem estilista que está começando agora, uma dica é criar um blog e colocar suas criações lá, para funcionar como um portfólio online mesmo. Isso facilita até mesmo para as marcas que querem contratar seus serviços!

Gostou da ideia? Então corra e monte o seu agora mesmo!!

#ficaadica

Por Andreah Muniz – professora de Personal Stylist da Sigbol Fashion

Referências: 1