Arquivo da tag: Escola de Moda

Fashion Revolution: A força positiva da moda

“O Fashion Revolution acredita no poder de transformação positiva da moda, e tem como principais objetivos  conscientizar sobre os impactos socioambientais do setor, celebrar as pessoas por trás das roupas, incentivar a transparência e fomentar a sustentabilidade”.

O movimento nasceu com a sensibilização do conselho global de profissionais da moda após o desabamento do edifício Rana Plaza em Bangladesh, causando a morte de 1.134 trabalhadores da indústria de confecção e mais de 2.500 feridos, tragédia que aconteceu no dia 24 de abril de 2013.

Realizado inicialmente no dia 24 de abril, o Fashion Revolution Day ganhou força e hoje tornou-se a Fashion Revolution Week, que conta com atividades promovidas por núcleos voluntários, em mais de 100 países. No Brasil atua há cinco anos.

E com o movimento surgiu a campanha #QuemFezMinhasRoupas para aumentar a conscientização sobre o verdadeiro custo da moda e seu impacto no mundo, em todas as fases do processo de produção e consumo.

Nada mais sustentável econômica e ambientalmente do que criar e confeccionar suas próprias roupas, aqui na Sigbol Fashion celebramos e compartilhamos cada peça feita pelos nossos alunos!

*

Por Mayara Behlau, professora no Núcleo de Criação da Sigbol Fashion.

Referências: 1

Lã de Natal

Está chegando a nossa época favorita do ano: o Natal!

Tempo de ver a família e os amigos, comer várias coisas gostosas e… Enfeitar a casa!

Já pensou em como inovar na sua decoração deste ano e sair da mesmice? Não!? Então corre que dá tempo, aproveitando essas dicas super fáceis com lã.

1

Você deve se lembrar que ano passado mostramos alguns enfeites feitos com retalhos aqui.

Agora vamos nos aventurar nos novelos de lã e fazer decorações bem fofas e fáceis.

Separe tesoura, cola, muita lã um punhado de criatividade e vamos lá!

Começando pelas tradicionais bolas da árvore-de-natal feitas com lã, cola e uma bexiga.

Com a mesma técnica podemos fazer árvores usando um cone.

2 3 4 5

Que tal usar essa ideia e colocar alumas luzes?

6 7

E com alguns pompons, podemos fazer árvores, guirlandas, bonecos de neve…

8 9 10 11 12 13

E que tal alguns chapéus bem fofos para pendurar na árvore?

14 15

Agora é só escolher o estilo, soltar a criatividade e esperar os elogios!

*

Por Marjorie Campos, professora do núcleo de Modelagem da Sigbol Fashion.

Referências: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14 e 15

Profissão – Assistente de Estilo

Para os alunos novos no mundo da moda, ou mesmo quem já conhece tal mundo e ainda tem suas dúvidas sobre o que fazer quando terminar um determinado curso profissionalizante, estamos aqui pra te ajudar. Em muitos casos, para aqueles que especializaram-se em desenho de moda, e tem conhecimento em desenho técnico manual e gráfico (corel draw) um das opções é o cargo de assistente/ auxiliar de estilo.

62ad5d5291759d1d5cff99d88d58b1b6

O assistente auxiliará na criação, desenvolvimento e confecção da coleção, para isso ele deve ter conhecimento sobre pesquisa de tendências e materiais, nomenclaturas técnicas e até mesmo noções de costura e acabamento.

giphy (1)

Em sua maioria tal cargo exige maior conhecimento para desenvolver desenhos técnicos e elaboração de croquis, porém tais exigências variam de empresa para empresa, ela grande ou pequena.

Devil-wears-Prada-gifs-Miranda-Priestly-Emily-Blunt3_zpsf20bbd97

Muitos nomes famosos e mentes talentosas que trabalham hoje como estilistas e designers nacionais e internacionais começaram como auxiliares e assistentes onde durante anos adquiriram conhecimento e experiência através da mão de obra.

Sarah Burton por exemplo, trabalhou como assistente pessoal de Alexander Mcqueen durante 13 anos, em 2010, após a morte do estilista, foi nomeada como a nova diretora criativa da marca. Sarah criou vestidos para Michelle Obama, Cate Blanchett, Lady Gaga, Gwyneth Paltrow e o vestido de Kate Middleton, para seu casamento com o príncipe William.

giphy (3)

 

*

Por Mayara Behlau, professora do Núcleo de Criação da Sigbol Fashion

Referências: 12 e 3

Você é um(a) gótico(a) suave?

Em tempos difíceis como o que estamos vivendo, com crises econômicas e ambientais, conflitos religiosos, intolerância e desigualdade, o preto sempre ressurge como tendência em forma de luto e reclusão ao caos.

“Para confrontar os maiores medos da sociedade, incorporamos a escuridão.” Tal ideologia é adepta de várias subculturas, em sua maioria a punk e sua vertente que mais caracteriza o look total black, o gótico.

Os góticos propriamente ditos (que usam o preto e outros elementos como estilo e não como tendência), são apreciadores da arquitetura e das artes produzidas na Idade Média, da literatura entre os séculos 18 e 19 e da música que traz em suas letras e ritmo o grotesco e a densidade do macabro.painel1

Derivações desta vertente surgiram recentemente, fazendo emergir das redes sociais um “subestilo”, o pastel goth, este acrescentando as características já existentes elementos designados kawaii (expressão muito usada no Japão, pelos jovens, adeptos da cultura pop que qualifica algo como infantil e fofo).

painel2

As características citadas acima fazem parte de vertentes e/de subculturas que as usam como estilo de vida.

O termo “gótico suave” surgiu com a aparição da cantora Lorde no mundo e mídia pop, a qual segue um estilo de looks sóbrios de cores escuras e modelagens amplas, que a destoa dos outros jovens e artistas, isso não significa que a mesma SEJA gótica.tumblr_ng16qo8Q2m1rlt5o0o1_500

Isso mostra como a moda e a música sempre andaram juntas, isso ocorre principalmente quando uma tendência precisa ser vendida e aceita pela massa (grande público), neste caso o preto! E para que isso aconteça artistas mostram essas tais tendências em forma de estilo, como um produto com apelo de novidade e isso muitas vezes leva a um retrocesso ao amenizar a essência de estilo de vida de um grupo de pessoas (como suavizar o gótico para que este seja mais aceito)

*

Por Mayara Behlau, professora no Núcleo de Criação da Sigbol Fashion

Referências: 1 e 2

DICAS DE DESENHO!

Antes de qualquer tipo de criação, o artista precisa saber com que tipo de material ele vai (ou pode) lidar!

giphy (2)

O mesmo ocorre com o estilista que antes de criar uma coleção precisa pesquisar o uso de novas tecnologias como fibras e processos de tecelagem que formam o tecido.

O tecido que é a alma e o coração de qualquer look!

giphy (1)

Sabendo com que tipo de tecido vai lidar, o estilista começa então o processo criativo, o desenvolvimento da coleção, os croquis ♥.

E para que o croqui possa condizer com o resultado esperado é preciso observar o caimento do tecido escolhido sob o corpo humano.

A Equipe Sigbol te dá algumas dicas e uma grade de cursos profissionalizantes de desenho e estilismo.

  • Antes de começar a sombrear, faça um estudo de luz e sombra, onde estão posicionados os focos e sua respectiva intensidade.1 - percepção de luz e sombra, observação

 

  • Feito isso, comece a fazer o degradê (gradualmente do claro ao escuro/ do escuro ao claro)1.3 - degradê

 

  • E tenha controle sob sua coordenação motora, caso haja algum stress ou desfoco momentâneo faça exercícios de coordenação!1.2 - controle

 

  • Observe a quantidade de “dobras”, franzidos e drapeados. Suas profundidades (sombra) e saliências (luz).2 - dobras 2.1 - caimento

 

  • Antes de vestir, certifique-se de que a anatomia do movimento (movimento é o nome dado ao croqui ainda sem as vestes) corresponde ao gênero escolhido e que todas as suas partes estejam proporcionais.3 - anatomia adequada
  • Use sempre que possível uma base para observação de movimentos (uma foto de revista, um boneco articulado) assim a anatomia não fica a desejar!

5 - a importãncia da proporção do movimento

 

  • Ao vestir o tecido escolhido sendo ele de caimento mole ou seco deve seguir as curvas do corpo.5.1 - movimento em movimento

 

  • Isto posto, existem variados instrumentos que poderão facilitar o sombreado do caimento.4.0 - esfumar 4 - esfuminho

 

  • E para que não haja sujeira inesperada no seu croqui use uma folha abaixo da mão de apoio.4.1 - sujeira

 

Gostou das dicas?

Tenha um acompanhamento profissional e muitos mais conselhos e dicas sobre o mundo da moda aqui na Sigbol Fashion!

*

Por Mayara Behlau, professora no Núcleo de Criação da Sigbol Fashion

Referências: 1