Arquivo da tag: costurar

O surgimento das máquinas de costura.

Com o pensamento de facilitar uma simples tarefa de remendar uma roupa em 1755 o alemão Weisenthal criou um modelo de máquina de costura que o ponto era mais ou menos igual a uma costura feita a mão. Na época não teve muito sucesso só depois de 100 anos que foi retomada essa ideia, nas mãos do americano Elias Howe em 1846, Isaac Singer foi quem aprimorou e inventou a primeira máquina de costura com pedal e outras melhorias, sendo assim um sucesso desde aquela época. imagem 1 imagem 2 Em 1930 na França, que teve o inicio da produção dessas máquinas. Após 70 anos já existiam quase todas as maquinas do segmento de costura e também em outras áreas.                                                                                                                                                                                                                                       EVOLUÇÃO E CLASSIFICAÇÃO DAS MÁQUINAS.                                      1ª GERAÇÃO: Máquina de costura simples.                                                    imagem 4 2º GERAÇÃO: Máquina de costura com corte na linha posicionamento da agulha e arremate automático. imagem 5 3º GERAÇÃO: Máquinas de costura semi automáticas. imagem 6 imagem 7 4º GERAÇÃO: Máquinas de costura automáticas. imagem 8 imagem 9 TIPOS DE MÁQUINAS E SUAS FINALIDADES

  • Máquinas de costura caseira: para costuras em pequenas quantidades.
  • Máquinas de costura reta: indicada para costuras retas em tecido plano.
  • Máquinas de costura zig zag: usada para pequenos bordados de fantasia
  • Máquinas de costura overloque: para fechamento das peças ou para arremate.
  • Máquinas de costura interloque: para fechamento das peças.
  • Máquinas de costura galoneira: para fazer acabamento em barras e na colocação de vivos ou viés.
  • Máquina de braço livre: utilizada nas costuras redondas como mangas e barras.
  • Máquinas de bordar: máquinas de zig zag e a mais simples para pequenos bordados máquina eletrônica comandada por um softwear para uma grande produção.
  • Máquinas arrematadeiras: para tirar todas as linhas de costura e deixar a peça limpa.
  • Máquina travete: para reforço e acabamento em zíperes e passantes.

imagem 10    * Por Dalva, professora do Núcleo de Modelagem da Sigbol Fashion Unidade de Campinas. Referencias: 1234567891011. 

Personalize seu abadá sem erro!

O carnaval já está aí e você ainda não customizou seu abadá ainda? Então aproveita essas dicas, fáceis e rápidas, de como você pode deixá-lo personalizado.

Não precisa saber costurar para modificar seu abada. Siga nosso passo a passo e seja feliz no carnaval!

FOTO 01

Materiais necessários :

imagem 4

  1. Um abadá
  2. Uma tesoura boa, para cortar a peça.
  3. Fitas de Cetim
  4. Linhas de Costura
  5. Agulhas
  6. Alfinetes
  7. Adereços para enfeitar como: miçangas, laços, renda, etc.

 

MODELO 1Imagem 5

 

Imagem 6

Corte a cava do abada, deixando-a mais estreita, depois marque e corte o decote deixando-o mais cavado, faça a barra apenas da frente em formato V, e o meio da blusa em um V menor.

Imagem 7

Para as costas, marque um desenho nadador e corte.

Imagem 8

Por fim, passe uma fita colorida entre o decote do peito e o recorte da barriga.

 

MODELO 2

Imagem 9

 No abada faça um corte na gola formando um decote canoa.

Imagem 10

Diminua o comprimento da peça claro que essa parte é opcional, a barra pode ser até em diagonal se preferir.

Imagem 11

 Corte o meio das costas em formato V ao contrário.

 

MODELO 3

imagem 12

 No abada corte a cava frente deixando mais fina, como se fosse uma regata. A alteração do comprimento é opcional.

imagem 13

Aplique o recorte nadador nas costas: basta desenhar um formato oval é igual em ambas as cavas e cortar.

imagem 14

 Para finalizar, amarre uma fita ou o pedaço do abada tirado, recortado da barra, formando uma tira comprida, depois que fizer o decote nadador. Você pode optar deixar mais apertado ou frouxo.

  

MODELO 4

Imagem 15

Corte a manga do abadá, se ele for este tipo de modelo.

Imagem 16

Corte o decote frontal, deixando-o em formato canoa, e cortar o comprimento é opcional.

Imagem 17

Por fim risque um decote em U, só nas costas: verifique  a profundidade do U, deixando mais fechado ou mais aberto, de acordo com sua vontade.

 

MODELO 5

FOTO 01

Reproduza no abadá o mesmo desenho indicado no pontilhado do desenho. De um lado, tire a parte superior da manga, fazendo um decote redondo até o outro lado do ombro, deixe uma alça e corte só um pedaço da parte superior da outra manga, de modo que ao vestir a peça seja sustentada pela parte da alça deixada no ombro. Você deve cortar frente e costas juntas é aconselhável nesse modelo alfinetar frente e costas juntas.

MODELO 6

imagem 20

Corte o decote em formato V apenas na frente. A profundidade do decote é opcional. Corte as mangas, se houver e altere o comprimento como desejar.

imagem 21

Faça 4 cortes paralelos como indicados no desenho, da largura e tamanho desejados, formando 2 tiras que devem ter o mesmo tamanho e comprimento suficiente para serem amarradas.

imagem 22

Ao vestir amarre nas costas as duas tiras formadas, deixando o abadá mais acinturado como mostra a imagem.

Enfeite seu abada como quiser: brinque com cores e materiais, tenha uma peça exclusiva para pular o carnaval.

FOTO

*

por Keyla Ferreira Conde Selas, professora do Núcleo de Modelagem da Sigbol Fashion.

Referencias: 1, 2, 3, 4, 56, 7, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15 e 16