Arquivo da tag: alfaiataria

Alfaiataria Tradicional e Industrial

O Alfaiate  é uma das profissões mais antigas do mundo. As peças de um traje de alfaiataria vem desde o final das guerras napoleônicas. Claro que com o passar dos anos, aconteceram algumas mudanças no comprimento e na silhueta.

1y

Muitos profissionais da indústria da moda admiram o trabalho do alfaiate, mas não trabalhariam na área.

Organizados em associações e entidades de classe, a profissão de alfaiate tem sido protegida pelas pessoas que trabalham no ramo, que buscam passar seu conhecimento adiante com muita cautela.

tumblr_static_tumblr_static_131jmi1a629wkk4o8wsow40cw_640

Com o passar do tempo, novas máquinas e materiais foram incluídos no mercado de trabalho. Porém, muitos profissionais não estão convencidos dos resultados e preferem usar somente os métodos manuais para garantir o formato preciso do tecido. Sendo assim, as máquinas são usadas somente para fechar costuras e pences.

A-Caraceni-

Hoje, a alfaiataria pode ser dividida em duas categorias: a alfaiataria tradicional personalizada, que continua a praticar técnicas manuais e artesanais sob medida. E a alfaiataria industrializada, que dispõe de processos rápidos em mais quantidades, tamanhos padronizados e menos custos, os quais constroem paletós e casacos com acabamento industrial, ou seja,  algumas partes são reforçadas por uma entretela.

finding_a_good_tailor

Essa é a diferença entre a alfaiataria tradicional da industrial.
Em nosso curso de Especialização em Corte e Costura sob medida, você pode aprender muito mais. Que tal dar uma conferida?

*

Por Paola Sanguin, professora do núcleo de criação da Sigbol Fashion

Referências: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10.

Manual Técnico Dicionário da Moda Sigbol Fashion; Manual Técnico História da Moda Sigbol Fashion.

Construção de vestuário: Coleção Fundamentos de Design de Moda – Bookman

O ATEMPORAL NA MODA

Há peças de roupas e acessórios que fogem do domínio das tendências e permanecem firmes, ao longo dos anos estão sempre em alta, não há temporada, nem estação para essas peças serem usadas, elas estão sempre atuais e na moda.

Para esses tipos de peças damos o nome de atemporais,  pois elas não são afetadas pelas trocas de tendências do mundo da moda.

Com o passar do tempo uma peça que você tenha esquecida ai em sua casa pode estar em alta, ou seja, voltou com tudo e é tendência novamente. Aproveite momentos de feriado ou quando estiver mais tranquila para fazer uma limpeza no closet, vai ser uma experiência única e você poderá achar aquela peça esquecida e usá-la novamente, agora se você esta um pouco perdido sobre o que tirar do armário, quais são as peças-chave/ básicas/ essenciais que todas nós deveríamos ter? Então vamos lá!

  • JAQUETA DE COURO PRETA: Símbolo da turma rocker e dos músicos mais descolados do planeta, ela conquistou espaço cativo no nosso guarda-roupa. Versátil, foi ganhando diferentes modelagens ao longo do tempo. Para sair da mesmice, invista em modelos com texturas e shapes inusitados. Quanto à cor, fique com a mais bacana para esse clássico, sem dúvida nenhuma o preto.1 2

 

  • BLAZER PRETO : Amigo de todas as horas, faz o estilo biker, para um jantarzinho à noite, um almoço, trabalhar, viajar a negócio ou a passeio. Sem contar que esta peça tem passe livre para qualquer festas e afins.3 4

 

  • TRENCH-COAT BEGE: Criada por Thomas Burberry no final da Primeira Guerra Mundial, a peça sobreviveu aos modismos e já é considerada um clássico do guarda-roupa, reinando absoluta até hoje, levantando os mais diversos looks. Invista num modelo cáqui ou preto, eles vão bem com tudo ou também opte por uma parka bege, essas peças não são consideradas ‘’peças fashionistas”, mas sim básicas e essenciais.5 6

 

  • A BOA E VELHA CALÇA JEANS: Calças jeans são as rainhas de qualquer guarda-roupa, porém elas precisam ter um bom caimento no corpo, nada de calça que não serve mais no seu corpo ou que precisa passar manteiga para entrar nela, elas são peças coringas tanto na montagem de looks esportivos como casuais e por que não chiques também, por isso vale a pena investir em lavagens e modelagens diferenciadas.7

 

  • CALÇA PRETA: Pode ser estilo bomber, couro ou de alfaiataria, calça preta é um investimento sem arrependimento. Dúvida do que vestir em qualquer ocasião? A calça preta funciona muito bem, opte por usar uma malha e a jaqueta de couro ou um blazer colorido.  Está elucidado o quebra- cabeça, faz tempo que a peça deixou de ser uma exclusividade do closet das executivas. Com a onda minimalista que voltou a pairar na moda, a alfaiataria ressurge mais cool do que nunca, sem perder seus dois principais pilares: corte e caimento perfeitos, shapes novos e tecidos nobres são responsáveis por levar as calças do escritório para as passarelas e as ruas.8

 

  •  VESTIDINHO PRETO BÁSICO: Com certeza todas as mulheres tem um desses, ele faz parte do closet, pode ser de renda, couro, sarja, modelo com alcinha pra usar no verão com tênis (pra ficar esportivo) também pode ter modelos com manga comprida pra usar na meia estação com botinha baixa, não importa o modelo o importante é ter pelo menos um no armário. 9 11 10

 

  • VESTIDO ESTAMPADO: Os vestidos são peças versáteis e que combinam em qualquer ocasião, seja uma festa ou ambiente corporativo. Existem vários modelos como: curtos, médios e longos. A peça clássica aparece inovada no verão com estampas, design moderno, comprimentos diferentes e cortes assimétricos que prometem ser a nova aposta.

12 13

 

  • CAMISA BRANCA: Fundamental ter uma! Umas das peças mais clássicas do guarda roupa feminino e masculino, a camisa branca de alfaiataria, um clássico que nunca vai sair de moda seja no trabalho, para sair, num happy hour, numa festa, almoço, jantar, etc. Basta você apostar e abusar dos acessórios e dar uma cara nova ao seu look, hoje em dia temos camisas em tecidos mais leves, menos formais. É muito importante ter pelo menos uma em seu armário.

15

 

  • SUÉTER DE MALHA EM TOM NEUTRO OU CASHMERE: São indispensáveis no inverno, prefira tons neutros e terrosos, recomendamos essas cores por que estão sempre em evidência no inverno, e nunca sairão de moda.16 17 18

 

  • SCARPIN: Ícone sexy, o sapato de bico fino e salto alto mostra seu dinamismo ao passear por diferentes estilos. Não é à toa, agrada nove em cada dez mulheres e a mulher que não gosta já experimentou em algum momento da vida com certeza, versões envernizadas são clássicas e ainda atendem à tendência glossy. Para quem deseja uma peça multifuncional, os metalizados são perfeitos para as Cinderelas do século 21.19

 

  • SAPATO NEUTRO SEM SALTO: O conforto é outra coisa que não sai de moda, se você é da pegada mais confort, opte por sapatos mais baixos como: tênis all star, sapato, sapatilhas, algum mocassim ou mesmo a “novidade” do passado: o  oxford, pois são baixinhos, estilosos e compõe bem qualquer look.20

Na época de crise que estamos passando, o negócio é economizar, certo? Então não perca tempo, no próximo feriado ou fim de semana, de uma boa espiada demorada no closet para ver o que realmente importa e o que está ali há anos intocado e pode se tornar sua nova peça queridinha.

Saia em busca e monte looks maravilhosos com peças super legais que você já tem!

 *

Por Natalina Porto, professora do Núcleo de Modelagem da Sigbol Fashion.

Referências: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15, 16, 17, 18, 19 e 20.

 

Trend Alert inverno 2016: Estampa Animal!

painel

Que a brasileira ama animal print, já não é novidade, bonitas. Apesar de já ter sido alçada a posto de estampa trend, depois cafona (e depois trend e cafona de novo!), a estampa animal, mais precisamente a oncinha, volta com tudo pro nosso inverno 2016.

painel2

Sempre igual, mas diferente, desta vez a novidade são as variações de cores aliadas aos recursos gráficos de estamparia digital. Em tamanhos grandes ou manchas pequenas, além de fundos de cores variadas (azul royal, laranja forte, beirando o ocre, verde floresta, etc) e combinações inusitadas.

A estampa de oncinha, apesar de normalmente associado ao estilo sexy, neste momento pisa forte no campo do dramático: junto à modelagens oversized em casacos retos ou acinturados, além de calças pantalona e alfaiataria em geral, torna-se um chamativa sem ser agressiva. O fato de aparecer agora em formato estilizado torna o interesse visual ainda maior, bom para ser usado com uma peça pontual (uma peça estampada, por exemplo, misturada à outras de cores neutras), e misturada ao preto, cinza, branco, marrom, caramelo, bege, marsala e azul escuro.

painel3

Aproveite para preparar-se também para as demais estampas estilizadas: as de zebra e girafas estarão em alta também na próxima temporada!

painel 4

*

Por Haranin Julia Maria, professora do Núcleo de Criação da Sigbol Fashion.

Referências: 12345678910111213141516171819 e 20.

Você sabe o que significa embeber?

Embeber significa diminuir um pedaço de tecido, para que este encaixe em outro menor! A diminuição pode ser feita através de leves franzidos, mas há um cuidado a ser observado: o tecido não deve ficar franzido. Como? Sim, ele será diminuído da mesma maneira que produzimos o franzido, mas as linhas não serão tão puxadas, o que permite que não se forme franzidos no tecido.

Imagem 1

O embeber é usado principalmente na produção de mangas, para um melhor caimento, e o resultado é que o tecido adquire a aparência característica da alfaiataria: a cabeça da manga faz um “rolinho” antes de cair.

Outro uso importante do embeber é eliminar a necessidade de determinadas pences: quando muito rasas, podem ser substituídas pela técnica. O molde pode ser o mesmo, mas ao invés da costura da pence, passamos um alinhavo e puxamos de leve para embeber o tecido, até que a largura da pence seja eliminada do mesmo. A técnica é normalmente usada em pences de busto.

IMAGEM1

Aparência do embeber

O embeber pode ser feito com um alinhavo pequeno, à mão ou à máquina, com ponto largo (5mm), próximo de onde será a costura da peça. Puxe as linhas de leve para franzi-lo, até que fique do tamanho desejado. Em determinados tecidos fica mais difícil fazer o embeber, então o melhor é trabalhar o franzido aos pouco, e, quando já do tamanho correto, amarre as linhas para o tecido não escapar. Passe a margem de costura com ferro a vapor. O tecido embebido continua com volume, mas não há pences nem pregas.

IMAGEM2

*

Por Keyla Ferreira, professora do Núcleo de Modelagem da Sigbol Fashion.

Referências: 1, 2, 3, 4, 5, 6 e 7

 

Xadrez Renovado

A padronagem xadrez é um clássico do inverno, mas muitas vezes também da o ar da graça no verão. Para o inverno 2015, a proposta passa pelo tradicional tartã e vai até delicado Madras, todos com uma pitada artística e traços que lembram rabiscos e linhas interrompidas.

FOTO 01,

O xadrez está presente em peças de alfaiataria ou descontraídas, ou seja, temos pra todos os estilos. Nesta estação, os principais tecidos utilizados serão os mais sofisticados, como tafetá, ou aqueles com efeitos tecnológicos siliconados. Tons de vermelho e P&B são as opções mais tradicionais, mas vale investir nas composições em nude ou de cores fortes.

FOTO 02

Algumas modelagens misturam a alfaiataria com um estilo retrô, quebrando a sisudez do xadrez, e tirando a imagem da camisa de flanela que já conhecemos.

FOTO 03Para não errar na produção, procure coordenar o xadrez com peças lisas ou com outras estampas na mesma tonalidade.

FOTO 04

O xadrez aparece em looks tradicionais ou casuais, coordenado em cores neutras ou vivas.

FOTO 05

*

Por Elizangela Gomes, professora do Núcleo de Criação da Sigbol Fashion

Referências: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9 e 10